Site sobre Finanças Pessoais e Educação Financeira

  • +55 63 9233.3793 (Whatsapp)
  • contato@sabendoeconomizar.com.br

    Novidades

    O QUE É SEGURANÇA FINANCEIRA PARA VOCÊ? Destaque

    O QUE É SEGURANÇA FINANCEIRA PARA VOCÊ?
    Quando se fala em Segurança financeira você pensa apenas em ter dinheiro para emergências? Ou é ter um bom investimento para colocar os filhos na melhor faculdade? Ou ainda ter uma aposentadoria excelente?

    conceito da segurana financeira 10118789Sabe o que eu penso sobre segurança financeira? É poder dormir tranquilamente sem ter que depender do Governo e ter a certeza que estou garantido o meu futuro, nada de depender dos outros, ou ficar esperando a sorte grande em algum tipo de “sorteio”.

    Saiba que isso pode ser mais fácil do que imagina, e quanto mais cedo começar, mais cedo poderá garantir o seu futuro. Muitas pessoas ainda acham que o termo “aposentadoria” é pejorativo, ou ainda que é o momento em que “acabou tudo”, mas se você estiver bem estabilizado, tendo feito todo um planejamento, esta fase poderá ser a melhor da sua vida.

    Primeiramente tenha Educação Financeira, aprenda a “fazer o dinheiro” trabalhar para você e aproveite as maravilhas dos “juros compostos”. Em relação â investimentos, a muito tempo venho falando do Tesouro Direto, pois sou um investidor e acredito muito neste tipo de investimento. No Tesouro Direto, temos diversos títulos para colocar o nosso capital e ai vem a primeira dúvida: Em qual título investir? Posso ter prejuízo mesmo sendo um título de Renda Fixa? Posso comprar hoje e vendar daqui a 40 dias ? São dúvidas normais de qualquer pessoa que ainda não investiu ou que tem receio de investir, principalmente porque, até hoje, não temos o Tesouro Direto na mídia, o que ainda causa muito desconforto a muitas pessoas. Mas não se preocupe, vou lhe ajudar a tirar algumas dúvidas e dar as dicas por onde começar, pois o mais importante é que saiba aonde está investindo, por que escolheu este título e ainda qual a rentabilidade esperada.

    Caso não conheça a operacionalização de como investir no Tesouro Direto, lhe recomendo esta leitura, clicando aqui.


    COMO COMPRAR OS TÍTULOS
    É possível comprar os títulos pelas plataformas das corretoras integradas ou através do próprio site do Tesouro Direto. Devido a facilidade de poder ter todas as corretoras aonde estou cadastrado em um único local, prefiro adquirir os títulos pela plataforma do Tesouro Direto. Mas caso deseje informações sobre as corretoras, clique aqui, não se esquecendo que algumas corretoras cobram taxa de administração outras não. No Longo Prazo, isso pode fazer uma grande diferença!
    Veja quais corretoras cobram taxas de administração, clicando aqui.

     

    QUANTO POSSO INVESTIR?

    Você pode começar a investir no Tesouro Direto com um valor a partir de R$ 30,00. É possível comprar uma fração de um título, ou seja, comprar 1% do valor de um papel, desde que invista ao menos R$ 30,00, que é o valor mínimo de investimento. Caso 1% do papel não chegue a este valor, deverá ser investido a quantidade necessária até chegar ao valor mínimo de R$ 30,00. O bom do Tesouro Direto é que, independente do título escolhido, todos possuem liquidez diária, sendo assim poderá resgatar o título todos os dias úteis.

    Uma coisa boa do Tesouro é que existem apenas três tipos de títulos: IPCA+, Prefixado e Tesouro Selic. Agora vem a pergunta que várias pessoas me fazem: Walter, qual o melhor título? Minha Resposta, sempre é, DEPENDE DE:
    1. Seu Planejamento Financeiro;
    2. Sua disponibilidade e necessidade de Dinheiro nos próximos 12 meses;
    3. Seu Planejamento Pessoal;
    4. Sua aversão ao Risco.

    Todos os títulos são excelentes, e adequados ao seu perfil, desde que tenha consciência para que está investindo. Vou falar de cada um rapidamente.

    SELICTESOURO SELIC: Ideal para os que não querem correr riscos e necessitam de dinheiro rapidamente. Este papel sem valorizará diariamente e assim, independentemente do que aconteça, o mesmo sempre terá valorização. O papel é atrelado diretamente a variação da Selic (por isso no nome do Papel) que hoje está em 13,75% ao ano. Para que tenha ideia deste rendimento, enquanto a poupança nos últimos 12 meses pagou 8,35% ao ano, o Tesouro Selic está pagando 14,22% ao ano.

     

    PREFIXADOTESOURO PREFIXADO: Ideal para quem deseja realizar algum planejamento nos próximos 03 anos e deseja saber quando irá receber no final o período contratado. Este é o título de mais fácil compreensão, pois caso resgate apenas na taxa pactuada, o valor será de R$ 1.000 caso tenha comprado a fração de 1 título (ou 100%). Hoje temos os seguintes títulos prefixados com os respectivos valores:
    • Prefixado 2019: 11,93% ao ano;
    • Prefixado 2023: 12,57% ao ano;
    • Prefixado com Juros Semestrais 2027: 12,34% ao ano;

    No caso do Tesouro Prefixado 2027 com Juros Semestrais, ele é ideal para aquelas que querem receber, a cada 06 meses, parte dos juros dos valores investidos, visando ter renda, como se fosse algum tipo de aluguel. Caso não queira receber juros, ou ainda não tenha investimentos e esteja iniciando, este pode não ser o título ideal.

    Diariamente, este título pode sofrer variações negativas dependendo das taxas de Juros que estão sendo oferecidas no mercado. Caso ainda não tenha percebido, as taxas destes títulos variam três vezes por dia, podendo aumentar ou diminuir. Caso as taxas aumentem, o valor do Título diminui, fazendo com que, caso resolva resgatar antes do prezo você tenha prejuízo. Caso as taxas diminuam, o valor do Título aumenta fazendo com que seu Lucro seja potencializado, neste caso, podendo até ser mais vantajoso realizar o resgate antes do vencimento.

    Quem investe neste tipo de título está apostando, mesmo que indiretamente que a economia irá se estabilizar e assim terá uma maior valorização do capital investido.

     

    IPCATESOURO IPCA+: Ideal para quem deseja realizar algum planejamento no Longo Prazo (acima de 07 anos) e quer aproveitar as maravilhas dos Juros Compostos. O Nome IPCA + é porque você receberá o valor da inflação oficial do IPCA + a taxa devidamente pactuada no ato da compra, protegendo assim o capital investido da inflação, caso resgate na taxa pactuada. Diferente de alguns títulos privados existentes no Mercado, aonde o valor investido mínimo deve ser de R$ 1.000,00 neste papel o valor mínimo é sempre de R$ 30,00 e poderá investir todos os dias, todos os meses ou apenas uma vez, a escolha é sua. Eu uso este título para aposentadoria. Sabendo que tenho 50 anos, que o sistema de Previdência do Governo Federa está fadado ao fracasso e que precisarei de ter uma renda extra quando me aposentar (no meu caso), é o investimento ideal, pois posso comprar títulos sempre que tenho capital e vou esperar os Juros Compostos trabalharem a meu favor, visando me ajudar a ter uma boa renda daqui a 19 anos. Para esta simulação uso esta planilha ou esta planilha. Os títulos existentes no Mercado hoje (15/12) são:

    • IPCA+ 2019 : 6,05% ao ano;
    • IPCA+ 2024: 6,10% ao ano;
    • IPCA+ 2035: 6,00% ao ano;
    • IPCA+ com Juros Semestrais 2026: 6,09% ao ano;
    • IPCA+ com Juros Semestrais 2035: 6,01% ao ano;
    • IPCA+ com Juros Semestrais 2050: 5,96% ao ano;

    Este título sofre grande influência da inflação oficial (IPCA) e o bom é que receberá, além da inflação a taxa pactuada no ato da compra. Igual ao Prefixado, caso haja alguma turbulência no mercado (político ou financeiro) as taxas podem subir ou descer. Neste tipo de papel não aconselho ao investidor ficar olhando o valor investido diariamente, pois poderá tomar alguns sustos ao ver o valor investido diminuído, desestimulando o investimento. O que deve sempre ter em mente é que, como é um título de Longo Prazo (na maioria das vezes) você sempre receberá a inflação do período mais a taxa pactuada, sendo assim, não precisa se preocupar em acompanhar diariamente.

    Quando acontece algo no mercado que faça com que as taxas caiam, seus investimentos sofrerão boas variações positivas, e caso os taxas subam, poderá ter seus investimentos reduzidos, mas não deverá se assustar.

    A única diferença entre o IPCA+ e o IPCA+ com Juros semestrais está no pagamento de juros. No primeiro caso, você recebe todo o valor investido acrescido do IPCA+ Taxa Pactuada apenas no vencimento do papel (ou na venda antecipada). No segundo caso, há um pagamento de juros em todos os semestres. Isso quer dizer que seu retorno (dado pela taxa de compra do papel) é antecipado a cada seis meses, com incidência de Imposto de Renda obedecendo a tabela vigente.

    Para saber qual o resultado do valor investido na Taxa de Juros pactuada, basta utilizar a calculadora fornecida no próprio site do Tesouro Direto. Para isso, clique aqui.

    Não se esqueça, Planejamento e Educação Financeira são fundamentais e essenciais.

    Lido 233 vezes

    Também estamos no Facebook

    Fale conosco

    Email 
    Assunto 
    Dúvida